Entrevista: Autor Danilo Vecchi

Olá! Estou aqui com mais uma entrevista de um dos nossos parceiros aqui do blog. Quero agradecer ao Danilo, por sua disponibilidade em conceder a entrevista. Vamos lá?



                                                  





Qual foi a sua inspiração para escrever seus livros?

Olá Suzana e leitores do Blog Entre Livros e Pergaminhos. Bom, Além do Céu e do Inferno surgiu de algumas ideias que eu tinha minha cabeça. Eu nunca pensei em escrever um livro. Mas após discutir essas ideias com as minhas alunas, elas me deram a ideia de escrever um livro. Eu ainda não sabia nem por onde começar, mas foi lendo Fallen livro que trata da mesma temática que o meu, que eu imaginei que rumo o meu livro poderia ter, comecei a esboçar as ideias e quando eu menos esperava já estava escrevendo.

Quais foram as principais dificuldades encontradas durante o processo?

Escrever não é difícil, o que é difícil é encontrar uma editora que leve a sério seu projeto. Algumas mais famosas cobram preços exorbitantes outras menores prometem muitas coisas e acabam não cumprindo e iludindo os escritores. Eu optei por publicar a primeira versão do meu livro, paguei muito caro, felizmente consegui todo o valor de volta, mas infelizmente precisava de mais dinheiro para divulgação, com minha mãe doente acabei naquela época não conseguindo divulgar muito. Alguns blogueiros foram muito importantes na minha vida e me ajudaram bastante, outros infelizmente pediam o livro e até hoje fiquei sem ver ao menos uma resenha do livro.

O que é ser escritor para você?


Para mim é como um hobby. Gosto de escrever sem pressão, quando estou com vontade. Faz quase um ano que não escrevo absolutamente nada, por conta dessa mudança de país a minha criatividade ficou um pouco abalada. Agora mudei de cidade aqui na Inglaterra e quero colocar minha vida no lugar para voltar a criar, mas definitivamente tenho muitas ideias na cabeça.

 Quando você descobriu que queria escrever um livro?

Eu acho que nunca descobri, acabou acontecendo. Eu sou uma pessoa que adora criar histórias, preciso estar criando alguma coisa para relaxar.  O livro foi assim, algumas ideias, papel, esboço, até que ele surgiu, só nunca imaginei que poderia criar uma série.

O que você espera, futuramente, em relação ao mercado editorial nacional?


Eu vejo que o mercado editorial está crescendo muito no Brasil, mas infelizmente os preços dos livros ainda são absurdos, caso fossem mais baratos assim como é na Inglaterra as vendas seriam melhores e mais gente poderia se interessar a ler. O mercado digital ainda não pegou no Brasil, aqui nos ônibus e trens as pessoas leem muito, inclusive utilizando o Kindle. 

O que sentes, quando você recebe uma crítica, positiva ou negativa, sobre o seu trabalho?

Críticas positivas ou negativas são sempre muito bem vindas, desde que sejam construtivas. Até hoje não recebi nenhuma crítica negativa que me chateasse. Aqueles vezes vejo leitores que tem opiniões diferentes, como alguns gostam muito da Natalie, outros odeiam ela, isso me fez pensar em mudar algumas coisas que não deixasse de agradar aqueles que gostam dela, mas que fizessem que os que não gostavam, pelo menos, sentissem que ela é uma boa protagonistas. Sem soltar spoilers, tenho certeza que eles vão mudar de ideia.

Como era sua vida antes de ser escritor (a)? E como é agora?

Não mudou em praticamente nada. Apenas que conheci muita gente nova, muitas pessoas legais que se interessam pelo meu hobby e por mim. Quem sabe no futuro minha vida mude e eu adote a escrita como uma profissão, mas ainda não posso.

Qual o seu autor (a) preferido? E seu livro?

Não tenho autor favorito, tenho livros favoritos. Por exemplo, adorei o livro A Culpa é das Estrelas, ai acabei comprando os outros livros o Green, mas não gostei.
Então posso dizer que, além desse, Adoro a série Sussurro, Jogos Vorazes, Divergente, O Extraordinário.
Literatura nacional, gosto muito de Filhos do Eden, Os mistérios de Warthia, entre outros.

Qual a sua opinião sobre o papel dos blogs literários em relação a literatura nacional?

Tenho visto que muitos blogs estão dando uma grande valor a literatura nacional, inclusive o seu. Isso é maravilhoso, porque vocês estão valorizando o que tem de melhor na nossa cultura e olha que temos muitos autores excelentes que tem histórias melhores que muitas internacionais.

Que mensagem você deixas para seus leitores?

Primeiramente que tenham paciência comigo, logo eu vou voltar a escrever, mas agora estou em um momento que minha cabeça está travada para a escrita.
E agradecer muito a todos que tem apoiado meu livro e dado uma chance para essa nova saga.
Muitas surpresas ainda virão nos dos últimos livros.
Beijos e abraços e muito obrigado pelo carinho.


Novamente, te agradeço Danilo, por sua gentileza e ser sempre solícito toda vez que o blog entrou em contato com você. E avisando, essa semana teremos resenha do seu mais novo livro Exodus.

Até a próxima!






2 comentários:

  1. Amei a entrevista. Amo conhecer escritores nacionais. Tem resenha do livro dele no seu blog? Quero conhecer o escritor.
    beijos
    Paty leiturasplus.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia o autor, mas adorei conhecê-lo um pouco através de sua entrevista. Ansiosa por sua resenha do livro dele!

    Achei lindo seu blog e já to seguindo!
    Virando Amor

    ResponderExcluir

Olá! Seu comentário é muito importante!

Todos os posts são escritos com bastante carinho para todos os leitores.

E, sempre que der, vou responder seus comentários.

Obrigada pela visita e volte sempre!

Siga o blog no GFC, Curta nossa Fanpage. Siga no Instagram.