Resenha: O Mendigo - Carlos Santhyago



Título: O Mendigo
Autor: Carlos Santhyago
Editora: Sekhmet
Gênero: Ficção
Páginas: 96
Ano: 2017
*Cedido em parceria com a editora*
Quando tudo o que se precisa é uma boa conversa, a amizade que se tem com uma pessoa vai além da classe social ou cor da pele. Thomas Martins é um morador de rua, mais conhecido como mendigo por todos aqueles que por acasoo enxergam quando tiram os olhos do próprios problemas. Edison Rocha é uma pessoa que para todos os padrões tem tudo menos aquilo necessário para que seja feliz. 
Quando um acontecimento faz com que esses dois se encontrem, a simplicidade de Thomas faz com que a vida de Edison mude de uma forma inesperada.
Dentre tantos acontecimentos, essa história narra uma lição de vida para todos. Respeito aos mais velhos. Preconceito sem justificativa. A luta pelo que te faz feliz. E que nem sempre é o dinheiro ou os bens que se tem que definem a felicidade e sim, as pessoas que estão a sua volta e te fazem bem. Afinal, uma amizade sincera vale muito mais do que qualquer bem material, porque a amizade e a sinceridade são jóias preciosas e raras.



Olá leitores, tudo bom?  Algumas vezes a vida coloca pessoas iluminadas em nossos caminhos, pessoas que são capazes de nos mudar para melhor, digo que são verdadeiros anjos na Terra. Foi isso que aconteceu com Edison, a vida coloca um anjo em seu caminho, quer saber como? Pega um café, senta em um local confortável em vem comigo conhecer O Mendigo, de Carlos Santhyago.

Edison está um bar com seus amigos, quando passa um senhor maltrapilho, um mendigo, carregando uma mochila e uma sacola. Ele chama aquele senhor e pergunta se ele havia encontrado algo novo durante suas andanças nas ruas. O senhor, muito educado mostra o que tinha em sua sacola, eram objetos interessantes que ele havia encontrado nas ruas.

"- Ei, garoto Edison, não se preocupa com isso, eu já tenho o seu respeito, não tem nada mais que eu possa querer como agradecimento."

Edison ficou surpreso como o mendigo falava e se portava, era de uma maneira bem educada e se portava bem, tinha uma boa dicção. O que tinha levado aquele homem paras as ruas? A breve conversa foi o suficiente para Edison ter uma boa impressão dele. Antes de ir embora ele disse seu nome, Thomas.

Em uma noite chuvosa, a caminho do seu carro, Edison sofre uma queda. Ele fica no chão, seu pé está machucado. Edison sente alguém o levantar e leva-lo para um lugar protegido da chuva, ainda atordoado por causa da queda, não conseguia ver quem era o seu benfeitor. Algo foi entregue em suas mãos, quentinho e reconfortante: uma sopa. Quando tudo volta ao normal, ele reconhece seu benfeitor, era Thomas. Ele tinha dado o seu jantar para Edison e aquilo tocou o coração do rapaz.

"Hoje, você os ajudou. Eles irão lembrar-e de o que você fez, não importa quanto tempo passe."

E ali, com o pé machucado, em uma noite chuvosa, sentado em uma calçada, Edison cria uma linda amizade com Thomas. E essa amizade mudou sua vida para sempre.



É difícil colocar em palavras o que senti ao ler esse livro. Foi uma mistura de emoções: alegria, leveza, carinho, paz. É um livro que tirei várias reflexões, que me fez pensar em várias situações do dia-a-dia. Thomas é aquele tipo de pessoa que sempre tem as palavra certas nos momentos certos, aquela pessoa que deixa qualquer um ao seu lado se sentir bem. A história de como ele foi parar nas ruas é bem triste, mas isso não o destruiu. Ele fez seu momento de dor sua força e sempre que possível, ajudava quem estava precisando de uma mão amiga. Uma frase que ele diz ao Edison me tocou bastante:

"Sabe, às vezes você tem bastante coisas e acaba esquecendo-se de quem tem menos que você. Eu não tenho nada, mas mesmo assim, sei que tem pessoas que tem menos que eu."

Quantos Thomas encontramos pelas ruas? O que os levou a ficar nelas? Qual suas histórias? Pessoas que muitas vezes mal tem para sim, mas sempre estão dispostas a ajudar seu próximo, quantas vezes a palavra amiga vem de quem menos você imagina? Esse livro traz uma bela mensagem sobre amor, altruísmo e sensibilidade. Para Edison, Thomas foi um verdadeiro anjo em sua vida, mudou o seu olhar diante da mesma e o tornou uma pessoa melhor.




O Mendigo é o livro de estréia do escritor Carlos Santhyago, e começou muito bem! Sua história é bem construída, com personagens encantadores, que faz o leitor se sentir bem ao ler. Sua escrita é fluida, delicada e sensível, combinando totalmente com o enredo. Sobre a diagramação, li em E-book, mas mesmo no formato digital deu para perceber que a diagramação do livro físico será bonita. O rodapé de cada páginas é decorado com folhas, o topo de cada capítulo é ornamentado com galhos secos de árvore, do mesmo jeito que as árvores ficam próximas de chegar o inverno. A capa está linda e reflete bem a história do livro.

Um livro emocionante, sensível, com uma história bem construída, capaz de tocar em qualquer leitor. O Mendigo está mais do que recomendado! Lembrando que ele está em pré-venda no site ou fanpage da editora. 

Até a próxima!



21 comentários:

  1. Olá! Realmente as vezes a vida coloca pessoas iluminadas em nossos caminhos. Apresenta ter uma história bem emocionante. É bom quando o livro nos proporciona essas emoções e ainda bons reflexões. É triste quando uma pessoa se torna um mendigo, principalmente porque muitos descrimina isso, mas não jugo ambos pois não sabemos o que se passa no coração e na mente de ninguém. Eu não conhecia o livro, além de me apresentar você me deixou interessada na obra, anotei a dica! Beijos'

    ResponderExcluir
  2. Nossa, muito bacana, não conhecia o livro e nunca vi nenhum com esse tema. Fico feliz de ver coisas novas surgindo, e sua resenha ficou ótima, muito instigante!

    www.memoriasdeumaleitora.com.br

    ResponderExcluir
  3. Eu amo esse estilo de livro, que fala sobre situações comuns com as quais nos deparamos no dia-a-dia nos dando um novo olhar e nos fazendo refletir sobre enxergarmos o outro em sua totalidade, ainda que ele passe rapidamente por nós! A capa do livro é linda e o número de páginas é bem razoável para quem lê muitos livros. Anotado!
    Beijão,
    Drica.

    ResponderExcluir
  4. Gente, arrepiei toda lendo a resenha. Que história linda a desse livro! Quero, pra ontem! Necessito! Amo livros que ensinam como esse.

    ResponderExcluir
  5. Sempre é bom ter escritores que pegam esse lado "sensível".
    Chorei lendo a resenha, imagine lendo esse livro?
    Já necessito!

    ResponderExcluir
  6. Não sou o tipo de pessoa que chora lendo um livro, mas com esse foi diferente. Cada capítulo lido era um balde de lágrimas a mais, pois a história é narrada de forma que toca o coração de qualquer pessoa. Logo vou adquirir meu exemplar, pois ele merece um lugar especial na minha estante.

    ResponderExcluir
  7. Anônimo21.1.17

    Simplesmente esse livro é maravilhoso! Apenas isso.

    ResponderExcluir
  8. Olá
    O livro parece ser realmente muito lindo, existe uma infinidade de pessoas que vivem nas ruas, umas por necessidade, outras por escolha própria, deve ser interessante conhecer a história dessas pessoas

    ResponderExcluir
  9. Oie!
    NOssa, deu para sentir na sua resenha o quanto se emocionou com a história e refletiu sobre ela. Eu não conhecia essa publicação, mas depois da sua resenha, fiquei bastante curiosa para poder conferir.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  10. Oiii!!

    Eu não conhecia esse livro e gostei desse enredo, bem diferente do que eu estou acostumada. A sua resenha está bem escrita e muito envolvente!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Oie, pelas suas palavras, o livro parece ter um olhar sensível e uma trama que aborda personagens que costumam ser invisíveis. Vou guardar a dica! Abraços!

    ResponderExcluir
  12. Oiii Suzana, tudo bem?
    Esse livro realmente parece ser bastante envolvente e tocante, sei que depois que eu lesse teria outro olhar diante de algumas coisas.
    Beijinhos da Morgs!

    ResponderExcluir
  13. Olá!

    Thomas... Edison... não te lembra ninguém? Não o conhecia, mas achei interessante. Vou ver se consigo incluir na minha lista, adorei a premissa.

    ResponderExcluir
  14. Não conhecia o autor e nem seu livro, mas pelo sua resenha vejo que ele inciou com uma obra maravilhosa! <3 Fiquei bastante curiosa e gostaria de poder realizar a leitura da obra, espero poder fazer isso logo.

    ResponderExcluir
  15. Olá,

    Eu adorei o enredo em si, porque é cheio de simplicidade e lições de vida que eu sempre procuro nas minhas leituras e essa obra me lembrou dos livros de Augusto Cury.

    O autor começou com um belíssimo trabalho.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Olá,
    Lendo sua resenha me deu até arrepios da forma como tudo aconteceu e me fez pensar que ainda há pessoas de bom coração no mundo.
    Fiquei bem intrigada para saber o que mudou na vida de Edison e o que levou Thomas a esse caminho.
    A premissa é bem interessante e quero conferir como essa linda amizade nasceu em um momento não tão convencional.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá.
    Amei a capa do livro a premissa também me conquistou e muuuuuuito. Livros são capazes de mexer com os sentimentos dos leitores sempre são os melhores. E com uma história dessa, tenho certeza que também tirarei muita reflexão para a vida.
    Adorei os quotes e espero ler o livro também.

    ResponderExcluir
  18. Olá, como é bom ver que o autor logo em seu livro de estreia, traga personagens fortes e um desenvolvimento bem construído. A capa do livro está linda, assim como a premissa é deveras encantadora. A reflexão do auto vem bem a calhar para os tempos atuais. Espero poder ler o livro em breve.

    ResponderExcluir
  19. Olá, tudo bem? Não conhecia o autor, nem a obra, por isso foi uma surpresa boa ver essa resenha que aliás está ótima. Só o título já nos impacta e já pensamos que vem uma história sensível por ai. Junto com as suas impressões, tenho certeza que iria gostar da história. Por isso dica anotada (;
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Parece ser bem legal o livro, ainda não conhecia e também não conheço o autor, mas acredito que vale a pena ler.

    Beijos

    Viviana

    ResponderExcluir

Olá! Seu comentário é muito importante!

Todos os posts são escritos com bastante carinho para todos os leitores.

E, sempre que der, vou responder seus comentários.

Obrigada pela visita e volte sempre!

Siga o blog no GFC, Curta nossa Fanpage. Siga no Instagram.

© Entre Livros e Pergaminhos - Desde 2015 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo