Início Literatura Nacional

Estante Nacional: Nuccia De Cicco

4.9.17Suzana Chaves Linhares




Olá leitores! O Estante Nacional desse mês é com a escritora Nuccia De Cicco. Conheci a Nu através do Grupo Blogueiras Unidas (GBU), ela é a responsável pelo blog As 1001 Nuccias e assim começou nossa amizade. A Nu tem uma personalidade incrível e uma história de vida inspiradora!

Biografia

Nuccia De Cicco é bióloga, Doutora em Bioquímica, escritora, poetisa, bailarina e blogueira. Carioca de paixão, moradora de Santa Teresa, bruxa até o fundo da alma, é apaixonada por livros, viciada em seriados, louca por tatuagens e lambidas caninas, além de ter uma queda saudável por cafajestes.

Aos 27 anos, uma doença genética a deixou surda e, desde então, ela luta contra seus próprios dilemas, contra as dificuldades do mundo silencioso e o preconceito auditivo de quem ouve. Suas histórias foram publicadas no livro “Pérolas da minha surdez”, uma obra cheia de luta e força de vontade.

Suas Obras




Resenhas das obras da Nuccia:

Pérolas da Minha Surdez: http://livrosepergaminhos.blogspot.com.br/2016/03/resenha-31-perolas-da-minha-surdez.html

Depois do Jantar: http://livrosepergaminhos.blogspot.com.br/2016/12/resenha-depois-do-jantar-nuccia-de-cicco.html

Pendências: http://livrosepergaminhos.blogspot.com.br/2016/11/resenha-pendencias-nuccia-de-cicco.html

Curiosidade: http://livrosepergaminhos.blogspot.com.br/2016/07/resenha-conto-curiosidade-nuccia-de-cicco.html

Antologia Entre Amigos: http://livrosepergaminhos.blogspot.com.br/2017/02/resenha-antologia-entre-amigos.html

Antologia Através da Escuridão: http://livrosepergaminhos.blogspot.com.br/2015/12/resenha-atraves-da-escuridao.html


Entrevista:

1-      Como a literatura entrou na sua vida?

Eu leio desde que me entendo por gente. Com dois anos, já andava com livrinhos pra cima e pra baixo. Mas o primeiro livro, daqueles com mais de 200 páginas, conteúdo adulto, terror dos brabos, foi aos 12 anos: O Cemitério, de Stephen King. Desde então, já devorei mais de 50 livros desse autor e outros tantos 300 livros de outros autores, nacionais e estrangeiros. E em 2014, passei a fazer parte do lado “de lá”, com a publicação de um texto em uma antologia. Desde que a literatura entrou na minha vida, nunca mais saiu. Ai dela se tentar!

 2-      Como é o seu processo criativo?

Quando comecei a escrever, não tinha um processo criativo fixo. Era muito aleatório mesmo. Então, tentando não ficar perdida o tempo todo, fui atrás de cursos. Agora, a inspiração é aleatória, mas a criação é focada, planejada, bem cuidada. A primeira parte é sempre o objetivo e a história: sobre o que é, por que eu quero escrever e o que eu quero mostrar ao leitor. Depois, os personagens, suas personalidades, sua fisionomia e por último a ambientação e cenário. Agora, até mapas e plantas de residências aprendi a fazer. Muitas vezes, a história toma um rumo diferente do planejado, e isso é bom, adoro quando um conto ou um livro ganha vida sozinho.

3-      Pérolas da Minha Surdez foi bem reconhecido pelos leitores, principalmente por aqueles que nunca tinha lido algo biográfico. Você esperava essa receptividade?

Biografia é um gênero mal visto por muitos leitores. Poucos os que apreciam e, mesmo estes, preferem biografias de pessoas famosas. Então, quando eu terminei o livro, não imaginei que ele sairia do meu meio particular, do círculo de conhecidos. Não imaginei que pessoas de outro estado (eu moro no Rio) chegariam a compra-lo, a recomendá-lo, a gostar tanto da leitura. Era meu desejo? Claro! É o desejo e sonho de todo autor, ver seu livro na mão de muitos, especialmente se ele tem uma mensagem importante a ser compartilhada. Mas eu sou realista, adoro um choque de realidade, sabe? Então, quando o sonho e a realidade começaram a se misturar... Que sensação maravilhosa! Agora até tenho outros sonhos, como melhorar para uma segunda edição e ver o livro alcançar novos leitores.

 4-      Já li outras obras suas, vais da biografia ao terror. O que te faz ser tão dinâmica na escrita?

O que você chama de dinamismo, eu chamo de “tentativa e erro”. Um amigo muito querido me fez uma pergunta parecida: “qual o gênero preferido para escrever?” E eu fiquei sem saber o que responder. Porque, como você mesma disse, já escrevi um pouco de cada... Eu acho que essa variação é mais uma forma de tentar me encontrar. Uns gêneros saem com mais facilidade (como o romance, drama e fantasia), outros não (como terror). Alguns nem tentei ainda, como thriller e comédia. Como leitora, gosto de ver esse dinamismo nos livros dos meus autores preferidos. Então, porque não posso tentar também? Mesmo que eu me encontre em um gênero futuramente, acho que manterei essa diversidade.

5-      Tens projetos em andamento?

Estou com 3 planos de livro anotadinhos. Um comecei e parei, outro pretendo começar em breve e o terceiro mais futuramente. No momento, estou ligeiramente afogada em palestras e trabalho no laboratório (sabe aquele emprego básico que sustenta todo escritor iniciante?), contudo já estou me organizando para escrever nem que seja uma página por dia. Assim, espero ter livros semi prontos até o fim do ano. Além disso, pretendo passar cada um deles por um bom crítico e, quem sabe, com grana, um coaching.

 6-      Qual a dica que você deixaria para novos escritores?

Sonhos nunca morrem, mas podem ser adiados. Não deixem de tentar uma publicação, independente ou com editora, apenas não sejam apressados. A pressa é realmente uma inimiga da perfeição. Revisem, peçam opinião, confiem nos seus leitores betas, revisem de novo, façam cursos, workshop, assistam palestras, pratiquem a escrita. Pratiquem a leitura! Desde que comecei a escrever, saí completamente das minhas zonas de conforto e aprendi muito mais por isso. Sobretudo, tenham fé que irão conseguir. E lembrem de manter a humildade depois que chegarem lá.


Espero que tenham gostado de conhecer mais sobre a Nuccia, recomendo suas obras. Ela vai do biográfico ao sobrenatural, tem uma escrita incrível! Seus contos estão à venda na Amazon e o livro diretamente com ela através do e-mail nucciadecicco@gmail.com

Até a próxima!

Você Pode Gostar Também

21 comentários

  1. Olá Suzana;
    Não conhecia a autora e olha que ela tem várias obras. E ingressou no mundo literário com um autor e tanto, SK.
    O processo criativo dela é bem organizado, o quê deve render bons livros, espero ter a oportunidade de ler algum deles. Sucesso pra Nu...
    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/2017/09/perdido-em-marte_4.html

    ResponderExcluir
  2. Menina, sempre leio boas resenhas a respeito do trabalho da Nuccia, mas a verdade é que não li nada dela ainda. Gostei de conhecer um pouco mais dela.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  3. Oi, Suzy!

    Ficou lindo!!! Muito obrigada pelo convite em participar do Estante Nacional! É um projeto belíssimo, espero que outros autores apreciem também! Adorei a entrevista, foi um prazer respondê-la! Aliás, é um prazer ter você como amiga!!!!! Lóviu! Beijos mil!!! <3

    ResponderExcluir
  4. Oi tudo bem?
    Já tinha ouvido falar da autora mas ainda não li nada dela. Gostei de conhece-lá melhor na entrevista.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá Suzana,
    Acompanho a Nuccia e acho o trabalho dela incrível. É uma pena que ainda não tenha lido nenhum de seus livros, que parecem ser incríveis. Confesso que me surpreendi com a velocidade e conhecimento que Pérolas da minha Surdez ganhou proporção, pois, como você e a própria Nuccia disseram, esse gênero não é muito bem visto por todos.
    Espero ter a oportunidade de ler algo dela em breve e desejo muito sucesso.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  6. Adorei a entrevista, já acompanho o blog da autora há algum tempo e tenho curiosidade de ler um livro dela. Valeu!

    ResponderExcluir
  7. Que linda! Amei conhecer a Nuccia. Ainda não tinha tido o prazer. Que pessoa multifacetada, hein? Admirei. Concordo com ela, infelizmente biografia não é o tipo de leitura popular. Existem muitas histórias de vida inspiradoras por aí, Nuccia é uma prova disso. Amei conhecer a autora. Beijos e muito sucesso, sempre.

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    A Nuccia é incrível! Eu tive o prazer de conhecê-la na Bienal de SP e o prazer de ler Perolas da minha surdez que é incrível e escrito com muito bom humor!
    Amei ler a entrevista aqui.
    Desejo todo sucesso do mundo a ela e ao blog!
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Eu ainda não li nada da Nuccia, mas acho a autora super fofa!! Eu participo de uma antologia com ela e tive o prazer de conhecê-la pessoalmente no dia do lançamento. Adorei a postagem!

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem?
    Eu não conhecia a autora mas adorei a maneira como ela escreveu (entrevista) e admiro muito essa luta pelo sonho. Vou ler suas resenhas.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Foi um prazer conhecer a autora e tomar conhecimento das suas obras através do seu post!! Muito boa a dica que ela dá aos novos escritores! Desejo muito sucesso a ela!!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Que maravilha de matéria! Adorei poder conhecer mais da autora e quantas obras já publicadas!
    Espero ter oportunidade de conhecer em algum momento uma delas.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  13. Oi!
    Nossa como nos surpreende as pessoas, já tinha ouvido falar da Nuccia, mas a história dela nunca, lutadora pois as adversidades de ser escritora, tenho admiração por ela.
    Adorei a entrevista parabéns. Bjs

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Conhecia a Nuccia há alguns meses, ela e o seu blog tem me dado muita força. Gostei da entrevista, e as dicas da última pergunta são realmente valiosas.
    Abraços :D

    ResponderExcluir
  15. Já conhecia a Nuccia do blog e também já li resenhas de seus livros. Mas ainda não tive o prazer de ler seus livros. Gostei muito de conhecê-la mais um pouco por meio da entrevista. Adoro saber como se dá o processo de escrita dos autores.

    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Ei Suzana,
    Também conheci a Nuccia no mundo dos blogs. Ela inclusive ganhou um sorteio do meu blog. rsrs
    Gostei muito da entrevista e de poder conhecer melhor essa pessoa maravilhosa que ela é.
    Beijos
    Blog Relicário de Papel

    ResponderExcluir
  17. Adorei saber mais da autora, é uma linda historia de superação e muito inspiradora! <3

    Beijos!

    ResponderExcluir
  18. oie, amei a entrevista. Eu já tive a oportunidade de ler o pérolas da minha surdez, e achei maravilhoso, a nuccia escreve muito bem. Gostei de saber um pouco sobre o envolvimento dela com a literatura, e desde quando ela começou ler. também achei ótima a ideia de fazermos cursos e etc para aperfeiçoarmos a escrita.

    ResponderExcluir
  19. Oi. Também a conheço pelo blog, faz um trabalho formidável. Concordo com ela quando diz que leitores preferem biografias de famosos, mas que bom que o livro dela teve excelente aceitação

    ResponderExcluir
  20. Olá, tudo bem?

    O GBU foi um grupo muito bacana, mesmo, a tempos atrás.
    A Nu tem uma história de vida extremamente inspiradora, concordo, ela nos faz ver a vida com mais amor e nos agarrarmos a vida (ao menos ao ler o livro dela me senti assim <3 ).

    É muito talentosa, e suas obras merecem ser lidas. Espero que venham mais livros da Nu!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  21. Oiee
    A história da Nu é realmente inspiradora! O livro dela já está na minha lista de desejados há algum tempinho e pretendo ler em breve! Realmente uma mulher que inspira coragem e muita garra e força de vontade!

    Beijokas

    ResponderExcluir

Olá! Seu comentário é muito importante! Todos os posts são escritos com bastante carinho para todos os leitores.

Sempre que der, vou responder seus comentários. Obrigada pela visita e volte sempre!

Siga o blog no GFC, Curta nossa Fanpage. Siga no Instagram.

Publicidade

Visitas

Formulário de contato