17 de mai de 2016

# Aníur # Distopia

Resenha: Aníur - Esther Moratto


Título: Aníur
Autora:  Esther Moratto
Editora: Young Editorial
Páginas: 219
Ano: 2016
*Cedido em parceria com a Young Editorial*
Jake e Meg são jovens recém-casados e teriam um belo futuro pela frente. Mas não contavam com uma grande catástrofe, que poderia acabar com suas vidas. Um terremoto abalou a cidade em que vivem e uma doença misteriosa surgiu logo após o incidente. Será que isso seria o fim do mundo? Descubra nesta história agoniante, que te prenderá do começo ao fim.

Olá leitores, como estão?

O que você faria se voltasse para sua cidade e descobrisse que uma catástrofe aconteceu? Sabendo que lá está seu pai, mãe, filhos, esposa ou esposa? Dá medo demais né? É esse o cenário que vamos encontrar em Aníur. 

Jake e Meg são recém-casados, super felizes. A história de amor deles vai sendo narrada ao longo da história, é bem bonita por sinal. Jake tem uma viagem de trabalho em outra cidade, o casal já fica com bastante saudade um do outro...E ele vai. Meg fica em casa, ela está desembrulhando os presentes de casamento, são muitos, vai ficar ocupada por um bom tempo. Ela procura um bom lugar para guardar um vaso super caro, que ganhou da sogra. 

De repente, ela sente tudo tremer...Seu apartamento está balançando, tudo está caindo pelo chão, ela vê o vaso caro se despedaçando em vários pedaços e um deles corta Meg. Uma situação horrível, ela se protege debaixo de uma mesa, evitando o pior acontecer.

Depois de algum tempo, ela escuta vozes e começa a gritar pedindo socorro. Os bombeiros chegam e a levam para o ginásio de uma escola, onde os sobreviventes estão. Até o presente momento, a causa de toda a tragédia era o terremoto, a cidade estava destruída. Apenas prédios antigos continuaram de pé, por causa da sua boa estrutura.

A viagem de trabalho chega ao fim, Jake sente uma vontade enorme de voltar para casa, a saudade que sente de sua esposa está enorme, tenta sanar assistindo vídeos  e olhando fotos em seu celular. A saudade já estava se transformando em angústia. Ele entra no avião, tenta ligar para Meg, mas não consegue. A viagem vai tranquila, quando estão próximos da cidade, a aeromoça avisa que a cidade tinha sido devastada por um terremoto de alta escala, o pouso seria complicado e pedia para que todos ficassem juntos...Meg, foi o primeiro pensamento dele...Será que estaria bem? Estaria...Viva?

Meg fica no ginásio da escola, todos estão atordoados. Lá, ela conhece Mônica e Cris, e formam um elo de confiança. Nesse ginásio, algumas coisas estranhas começam a acontecer, pessoas começam a passar mal e morrem. Não direi aqui como ocorre, só posso dizer que a cena descrita não é nada agradável. Logo de início, apareciam equipes para remover os corpos e desinfectar o local. Depois de um tempo, ninguém mais apareceu...Estavam a própria sorte. Meg e suas amigas percebem que o que está matando as pessoas é contagioso, elas se trancam no banheiro, para tentarem se proteger...So lado de fora, só escutam gritos de pessoas pedindo socorro e gritos de dor...Depois de um longo tempo, elas decidem abrir a porta e a imagem não é nada agradável. Elas precisam fugir de lá.

Enquanto isso, Jake e um grupo de pessoas que estavam no avião procuram por alguém que possa auxilia-los. Um homem chama eles e oferece abrigo, lá ele diz a todos que um grande terremoto aconteceu e que tem algo mais do que isso também: toda e qualquer forma de ajuda também sumiu, os sobreviventes estão abandonados. Jake decide pernoitar e no dia seguinte vai em busca de sua esposa.



Meg consegue sair do ginásio e na busca por ajuda, encontra um grupo de sobreviventes, esse grupo está bem organizado e uma pessoa se destaca entre eles: Zou. Ele é um "líder" e começa a organizar a saída dos sobreviventes da cidade e Meg deside se juntar a eles.

Quando comecei a ler Aníur, a imagem da cidade na minha cabeça era semelhante a The Walking Dead. A diferença? Não tinha zumbis e a cidade estava destruída. Mas, a situação de sobrevivência, busca por local seguro, comida, água são bem semelhantes.

Gostei bastante do livro, a história de prende bastante, pois você quer descobrir se Meg e Jake irão se encontrar. Você quer conhecer mais sobre os outros personagens, que por sinal, são muitos bem construídos. As situações que eles passam são angustiantes e pensar que o motivo de tal desastre não é tão utópico assim, me deu aflição. E pior, saber que  os responsáveis por tais atos deveriam proteger a população.


O final foi bem chocante, pois eu esperei por outro desfecho e a autora me surpreendeu bastante! Mas, confesso que gostei do final, pois foi bem diferente. Mas, a autora criou um final alternativo (que está no livro), mostrando como seria se outro rumo tivesse sido tomado...E confesso que  é tão bom quanto o final oficial. Gostei da autora ter feito isso!

É uma leitura bastante agradável, fluida. Li em E-book, no aplicativo do Kindle e posso dizer que foi bastante prazerosa, em nenhum momento foi cansativo. O livro existe na versão física também, você pode comprar aqui.

Se você gosta de distopias, uma história intensa, misteriosa e muito bem construída, esse livro é para você.

Suzana, por que Aníur? Ah, isso meus leitores queridos, só lendo para saber.

Gostaram? Me contem...Até a próxima!






24 comentários:

  1. Parece ser uma loucura só! Adoro The Walking Dead. hehehe
    E achei bem legal a autora fazer dois finais E colocar os dois no livro. =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruh! Sua linda! Fico feliz que tenha gostado, o cenário é bem parecido mesmo, só que sem zumbis rsrsrs, beijos!

      Excluir
  2. Esse livro ele parece enredo de filme. Um desses filmes de ficção onde tem um amor que une duas pessoas para rficarem juntas entende?
    Tenho lido boas críticas do livro e acredito realmente ele seja ótimo.
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Helana! É um livro muito bom, você vai gostar, beijos!

      Excluir
  3. Olá
    Achei bem interessante o enredo, gosto demais de filmes com pandemias, aquela coisa meio zumbi, li muito pouco livro com essa temática e gostei de todos, e pelo que você contou acho que vou gostar bastante desse livro.
    Beijos

    www.poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Daniele! Fico feliz que tenha gostado, beijos!

      Excluir
  4. Oiee

    Eu adoro distopias e gostei muito da premissa desta.
    Achei super interessante e criativo a autora ter colocado um final alternativo, me deixou mais curiosa ainda.
    Entra para minha lista com certeza!

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fernanda! Também achei super legal tem dois finais, beijos!

      Excluir
  5. Ooi! Eu até gostei do enredo, mas estou receosa quanto ao final da história. Suas resenhas sempre me deixam bastante curiosa! rs Gostei muito da resenha, bem escrito e envolvente, parabéns ^-^
    Beeijos e boas leituras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ruhh! Obrigada, fico feliz que tenha gostado da resenha, beijos!

      Excluir
  6. Olá,

    Vi esse livro no catálogo da Young e não sabia que se tratava de um livro tão profundo. Gostei da premissa e gostei do fato da protagonista sair pelas ruas e ir conhecendo outras pessoas e tudo mais. Estou com um pouco de medo desse final e do final alternativo haha mas minha curiosidade pelo livro cresceu e vou solicitá-lo mês que vem.

    Abraços
    colecoes-literarias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vivianne! O final é bem interessante, você vai gostar, beijos!

      Excluir
  7. Olá!

    Não curti essa premissa. Apesar de histórias assim serem mais comuns em filmes, não é algo que eu consuma com frequência. De todos modos, mesmo se eu tivesse gostado, não leria, não curto TWD e afins...

    ResponderExcluir
  8. Oie, já ouvi falar nesse livro e a premissa dele super me interessa, principalmente para sanar minha curiosidade em se o jake e a esposa ficarão juntos e qual o problema que está dizimando basicamente a cidade inteira. Não sei se gosto tanto desa ideia de termos um final alternativo, porque gosto quando fica tudo fechado, mesmo que não gostemos do final escolhido, mas não tenho certeza pois só lendo para saber se eu gostaria de dois finais.

    ResponderExcluir
  9. Oie Suzana, tudo bom?

    eu estou com esse livro na minha lista, e foi a primeira resenha que eu leio sobre ele, e eu adorei a historia, é um pouco diferente do que costumo ler, mas acho que vale a pena. Eu gostei do fato do bônus que a autora colocou, um final alternativo, achei bem atencioso da parte dela. !!!

    =)

    ResponderExcluir
  10. Oi..
    Adorei a capa do livro..
    Gosto muito dos livros da editora, valeu pela dica.
    bjs

    ResponderExcluir
  11. Que premissa ótima!! Adorei. Olhando a capa, não imaginei se tratar de uma trama tão intensa. Fiquei bem curiosa para realizar a leitura e espero ter a oportunidade! Gostei da resenha!E fiquei super curiosa para saber sobre esse final, e o alternativo também (achei a ideia ótima).
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem?

    O enredo é muito interessante, e nem consigo me colocar no lugar do casal. Que tenso. Mas gostei muito da premissa, e parece daquelas leituras gostosa e viciantes, por você ficar curioso com o que vai acontecer. Adorei a dica, pois não conhecia a obra. Ótima resenha e claro que entrou para minha lista.

    beijos
    http://chalecult.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Ah meu deus!!!!

    que livro é esse gente????
    caramba!!!! eu adoro o gênero!!!! amei a tua resenha!
    fiquei curiosa com o final e achei interessante esse final alternativo!!!!

    já ta na minha lista! Ainda mas sabendo que tem em ebook! vou procurar!!!

    bjs

    ResponderExcluir
  14. Olá, desde quando conheci a editora já me interessei por esse título, a premissa é incrível e estou bastante curiosa para ler. Adorei sua resenha, parabéns!

    Abraços

    ResponderExcluir
  15. Oi Suzana, eu não consegui compreender a distopia na sua resenha, a dúvida ficou porque vc disse que indicaria para quem gosta de distopias. Estou confusa, é um romance distópico?
    A trama pareceu bem complexa e acho que eu me frustraria com finais alternativos. Gosto quando o autor decide e pronto, sem deixar isso para o leitor, mas foi criativa a ideia.
    Quem sabe eu leio ne? Para saber se gosto mesmo ou não haha.
    Beijo, Mari

    ResponderExcluir
  16. Oie
    não conhecia esse livro ainda mas bem legal sua resenha, infelizmente a capa e o enredo em geral não chamou minha atenção, pois não é meu gênero favorito, mesmo assim, legal a dica

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi...

    Já faz um tempinho que li esse livro, gostei do que li, gostei da escrita da autora, algumas coisas me chatearam, mas fora isso é um livro bem legal para se ler.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  18. Oi, tudo bem?
    Conheço o livro, já li outras resenhas dele, mas não sei se o leria.

    ResponderExcluir

Olá! Seu comentário é muito importante!

Todos os posts são escritos com bastante carinho para todos os leitores.

Sempre que der, vou responder seus comentários.

Obrigada pela visita e volte sempre!

Siga o blog no GFC, Curta nossa Fanpage. Siga no Instagram.