19 de jun de 2017

# 3 Anos da Série Lavínia # Divulgação

3 Anos da Série Lavínia




Olá leitores! O Entre Livros & pergaminhos juntamente com os blogs parceiros Clube do Livro e Amigos, As 1001 Nuccias e CuraLeitura, está fazendo uma ação diferenciada.

A cada mês nós quatro iremos divulgar um autor e suas obras e, abrindo esse nosso mais novo projeto, nada mais justo do que divulgar a Lavínia, que comemora em junho 3 anos de existência.

Para quem não conhece, confira abaixo as sinopses de Lavínia e a Árvore dos Tempos e Lavínia e a Magia Proibida.





Lavínia e a Árvore dos Tempos

📘Sinopse: Se você se visse cercado por seres nunca vistos antes, como uma fada homem rabugenta, que carrega uma peixeira e detesta humanos? Aconteceu com Lavínia, uma menina de nove, quase dez anos, um pouco diferente das meninas de sua idade que teve sua vida transformada, ao receber uma fada distinta a qualquer criatura mágica conhecida. Laus detestava seres humanos, e por esta razão, teria de cumprir pena ao seu lado por todos os males feitos contra os mesmos. O que seria um presente para a menina era um castigo para ele, que para entrar no nosso mundo teve que tocar seu dedo num livro que o transformaria em um típico morador da região escolhida. Mas, por engano, tocou num lugar bem oposto à terra da menina. Assim, seu nome, sua varinha, suas roupas, se modificaram completamente. Laus passou a ser Lorivaldo, e sua varinha, uma peixeira.

Juntos, vão desvendar os segredos da imponente Árvore dos Tempos, que dá pergaminhos no lugar de frutos, e onde surgem nomes de pessoas importantes para a história da humanidade. O que pode revelar traços de coisas misteriosas e em comuns que há entre os dois e o mundo dos quais pertencem.



Lavínia e a Magia Proibida

📗Sinopse: Lavínia está crescendo e com ela as dúvidas e curiosidades. Agora, com 10, quase 11 anos de idade, mais uma vez a menina se verá junto aos seus amigos inseparáveis, Léo e Lorivaldo, em meio a novas aventuras. É que criaturas mágicas de caráter duvidoso estão chegando ao Brasil no momento em que acontece um dos maiores eventos esportivos: a Copa do Mundo de Futebol.

Além de seus problemas pessoais com os Valentões e as Marrentinhas na escola e com a loucura de ter uma fada homem e bem rabugenta ao seu lado, a estranha chegada de um bruxo misterioso à cidade trará perigos, principalmente para ela, que corre o risco de ser capturada desde que souberam de seu nome na Árvore dos Tempos.

Juntos, os amigos vão descobrir que há muito mais magia em nosso mundo do que possamos imaginar e que nem sempre ela é permitida pelos seres que a rege. Lavínia terá de ser forte para escolher um lado, diante do que encontrará.



Como parte da ação comemorativa, fizemos uma mini entrevista com o autor dos livros, o Lucinei M. Campos, que vocês conferem abaixo:

1. Por que escrever para o público infantil?

Eu acredito na amplitude da literatura, o que me permite, enquanto escritor, alcançar vários faixas de idades e trabalhar diferentes gêneros. Lavínia e a Árvore dos Tempos e sua continuação Lavínia e a Magia Proibida são livros sem classificação etária, por conter uma história leve, embora aborde assuntos sérios como bullying e racismo. Eles têm chegado ao público infantil de maneira mágica, por conta da idade da personagem principal, da temática dos contos de fadas, da ambientação escolar, e isso me faz querer continuar, já que é um público puro e sincero para com sua leitura. Eu ouço de pequenos leitores que fui o seu “primeiro escritor lido com um livro sem figuras”, o que é realmente bom de se ouvir.

2. Qual a aceitação de Lavínia pelo Brasil afora e em qual região ela é mais recebida?

Não saberia dizer ao certo, já que tenho conhecido leitores de várias regiões por onde passo e onde os livros chegam e todos eles têm me recebido muito bem. Algumas regiões demonstram interesse em alguns personagens como Léo, o amigo da Lavínia, ou mesmo com a fada Lorivaldo. Mas o mais legal é sentir o carinho como escritor e criador desta mágica história.  

3. Como é a relação dos seus alunos com a leitura? Eles já leram Lavínia? Você trabalha seu próprio livro nas escolas em que leciona?

Alguns alunos tem o costume de ler, já outros eu busco incentivá-los. Realizo um projeto na escola onde convido escritores para conversar com eles e falar de seus livros. Todo ano temos o Café Literário. No entanto, é complicado este processo com a atual situação do ensino público no Brasil. Eu não costumo trabalhar os meus livros com eles, alguns descobrem por acaso que sou escritor. Como professor, não quero impor minhas obras, então, deixo com que descubram por conta própria.

4. Como você concilia o escritor com o professor? As viagens de divulgação com a sala de aula? Como é sua rotina?

Eu consigo passar a matéria programada com os alunos antes de qualquer viagem, e os dias em que fico fora são diferentes dos de lecionar. Eu inicio a semana lecionando e antes do seu fim viajo para passar o final de semana e/ou feriados em algum evento literário.

5. Sobre projetos futuros, pretende ampliar seu público-alvo ou vai focar unicamente no público infantojuvenil? Já tem alguma obra nova a caminho?

Eu amo criar personagens e mundos, e já tenho obras anteriormente escritas para os adultos também. Minha escrita é livre, e com isso, abrangente. Entretanto, gosto da pureza deste público que me abraça, escreve e fala o que sente ao ler cada página escrita por mim. Tem pais que me agradecem por fazer parte de algo importante na vida de seus filhos, devido à literatura, e isso é realmente mágico. Tenho obras a caminho, sim, e em breve pretendo trabalhá-las e divulga-las.



Vocês podem acompanhar o Lucinei através de suas redes sociais:

Facebook

Instagram



Façam parte do Clube da Lavínia clicando aqui.


Ainda esse mês o blog CuraLeitura irá fazer a resenha de Lavínia e a Árvore dos Tempos e vocês saberão mais  sobre esta grande aventura!

Até a próxima!

15 comentários:

  1. Olá!
    Adorei conhecer a série e gostei mais ainda de saber que são livros que conseguem abordar temas importantes com uma linguagem infantil. Ótima dica para primeiro livro, já anotei aqui :D

    ResponderExcluir
  2. Já sei que livro eu vou dar para a minha prima *_*, será o primeiro e acho que é uma ótima escolha. Até eu vou ler, fiquei muito curiosa para conhecer a obra. Adorei a entrevista.

    ResponderExcluir
  3. Oi tudo bem?
    Adorei a série gosto de livros que abordem temas pesados mesmo com uma linguagem infantil, parabéns pelos 3 anos ♥

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Eu li semana passada o primeiro livro da Lavínia e fiquei encantada. Fazia anos que não lia um infanto-juvenil tão gostoso de ler e tão bem escrito. Adorei o projeto de vocês.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?

    Que projeto bacana!
    Confesso que não conhecia o autor, menos ainda seu trabalho, mas achei a escolha de vocês bacanas.
    A entrevista ficou bem legal, e confesso também que gosto de conhecer livros infantis porque quero incentivar o meu afilhado na leitura e ainda não sei bem como fazer isso, mas aos poucos vou conseguindo. XD

    Beijo!

    ResponderExcluir
  6. Hey,
    Não sabia que o autor desses livros era professor e, confesso, achei isso bem interessante. Ele parece conseguir se encontrar entre as duas profissões e isso me agrada muito. Preciso tentar ler seu livro, pois parece ser ótimo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. OI!!


    TIve o prazer de conhecer e adquirir o livro diretamente do autor, e embora não tenha começado a leitura esse está na minha lista de prioridades. O contato com o autor é sempre cativante e a curiosidade para saber sobre o mesmo latente, então obrigada pela entrevista. Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Que legal ver Lucinei Campos aqui!
    O autor arrasa nos escritos mesmo voltado para o publico infantil encanta os adultos.
    Eu já baixei lá na Amazon o E-book Violeta não sabe Amar que é voltado para o jovem.
    Parabéns pelo post e que Lavínia tenha longa vida. Sucesso ao escritor e ao blog.
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem?

    Eu tinha visto esse projeto no blog da Nuccia e simplesmente amei a ideia. É sempre maravilhoso quando ajudamos a divulgar o trabalho de um autor nacional. Pelas sinopses do livro, já dar para ver que ele deve ser bem gostosinho de ler, daqueles que encanta de cara. O fato dele ser professor talvez ajude muito a escrever para esse público específico. Com certeza quero ler!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Oie amore,

    Que delícia essa série, eu ainda não conhecia, mas fiquei bem curiosa por aqui!
    Adorei a ideia da nova coluna, sucesso.
    Adoreiiii!!!!

    Beijokas!

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem?

    Não conhecia o livro e fiquei curiosa, apesar de abordar temas sérios é uma leitura leve. Vou anotar a dica e para em um futuro próximo ler.
    Parabéns pelo projeto. É sempre bom divulgar livro nacional, além de enriquecer nossa cultura, conhecemos mais gente fantástica.

    Beijos
    Laneh Martins

    ResponderExcluir
  12. Olá!

    Conheço o autor das redes sociais e ele realmente faz um trabalho incrível! Por ser infantil, vou indicar às minhas conhecidas que tem filhos pequenos, eles com certeza aproveitarão melhor que eu!

    ResponderExcluir
  13. Oi Su, tudo bem???
    Não me lembro deste autor, mas me recordo dos livros pode isso?
    Na antiga escola da minha filha tem estes livros na biblioteca e recentemente participei de uma ação na minha empresa e estes livros foram para a doação. Muita gente indicou para as escolas e eu achei super válido esta valorização. Eu curti demais a entrevista... o autor parece ser uma pessoa bem simpática e isso com toda a certeza reflete em sua escrita. Xero!

    ResponderExcluir
  14. Olá!!
    Que projeto bacana!! Amo projetos que ajudam a literatura Nacional a deslanchar nas redes sociais, não conhecia a série mas fiquei encantada!!! Muito fofa

    Beijokas

    ResponderExcluir
  15. oie, adorei essa divulgação não conhecia as obras, mas me interessei em conhecê-las, e achei linda a atitude dele, enquanto professor ter humildade e não impor seus livros aos alunos e deixá-los descobrir por conta própria, mas ainda assim divulgando autores brasileiros.

    ResponderExcluir

Olá! Seu comentário é muito importante!

Todos os posts são escritos com bastante carinho para todos os leitores.

Sempre que der, vou responder seus comentários.

Obrigada pela visita e volte sempre!

Siga o blog no GFC, Curta nossa Fanpage. Siga no Instagram.